Beneficiários do Bolsa-Atleta Salvador conquistam ouro e prata no 2º Torneio de Xadrez Nordeste para Cegos e Baixa Visão

Jefferson Lisboa Teles e Claudia de Lima Santana, atletas com deficiência visual e beneficiários do Bolsa-Atleta Salvador, conquistaram medalhas de ouro e de prata, respectivamente, no 2º Torneio de Xadrez Nordeste 2024 para Cegos e Baixa Visão, realizado em Maceió, Alagoas.
Veterana do xadrez, Claudia já havia conquistado o 3º lugar na Copa Brasil de Xadrez Etapa Regional Nordeste 2023 e o 1º lugar no Campeonato do Nordeste FNXDV 2023. Já Jefferson, também conhecido por suas habilidades excepcionais, mostrou sua força ao obter o 3º lugar na Copa Brasil de Xadrez, Etapa Regional Nordeste 2023 e sagrar-se campeão no Campeonato do Nordeste FNXDV 2023. Sua participação no 2º Torneio de Xadrez Nordeste 2024 é mais um capítulo emocionante em sua jornada no xadrez competitivo.
Ambos participam do Bolsa Atleta Salvador, programa da Secretaria da Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre). Titular da pasta, Júnior Magalhães ressaltou o papel fundamental do benefício ao fornecer apoio financeiro mensal a 235 atletas e paratletas, permitindo-lhes dedicar-se integralmente às suas modalidades, e proporcionando um suporte significativo a esses esportistas da cidade. “Essa bolsa varia de R$ 300 para atletas/paratletas de base até R$ 2 mil para competidores olímpicos, paralímpicos ou surdolímpicos”, explicou.
Júnior destacou, ainda, que Jefferson e Claudia demonstraram uma dedicação exemplar ao esporte, enfrentando desafios e superando obstáculos com determinação e paixão. “O sucesso desses dois atletas é um testemunho do compromisso da Prefeitura de Salvador em apoiar talentos locais e promover a inclusão por meio do esporte. É inspirador testemunhar o êxito dos nossos atletas e paratletas. Isso prova que, com apoio adequado, determinação e paixão, qualquer obstáculo pode ser superado”, acrescentou.
Cláudia destacou a importância do Bolsa-Atleta, afirmando: “Para mim, é uma grande felicidade, pois desde que fui contemplada, tive a oportunidade de comprar novos materiais específicos para o xadrez e participar de eventos e torneios mistos para pessoas cegas e com baixa visão. A prova disso foi minha participação no 2º Torneio de Xadrez Nordeste Cegos e Baixa Visão, em Maceió, onde conquistei o segundo lugar e o sétimo lugar no geral. Isso mostra a evolução e o crescimento do atleta”, disse.
Jefferson Telles também celebrou a existência do projeto: “O Bolsa-Atleta tem um caráter muito positivo, pois não fico mais naquele desespero de saber se amanhã vai ter um torneio, se poderei participar, pagar a inscrição ou viajar. Essa segurança e estabilidade que o Bolsa me proporciona refletem em resultados. Agradeço ao programa Bolsa Atleta, pois esse título traz não só uma satisfação pessoal, mas também uma coletiva, mostrando que o investimento nos atletas de Salvador, o investimento em mim, está sendo revertido em resultados. Só tenho a agradecer”, afirmou.
Fotos: Divulgação / Ascom Sempre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jorge Roriz