As regras de ouro do bilionário

DECÁLOGO DE SLIM

As regras de ouro do bilionário

A fórmula de sucesso de Carlos Slim é resumida por ele mesmo em uma lista contendo dez princípios básicos de seu modelo de gestão. O decálogo foi apresentado pela primeira vez a empresários e sócios na badalada festa de 40 anos do Grupo Inbursa, em dezembro de 2005. Slim diz que sua filosofia empresarial é, em grande parte, fruto da influência de seu pai, o comerciante libanês Julián Slim Haddad. O princípio número 10, porém, reflete, segundo ele, sua experiência corporativa: “O empresário é um criador de riqueza, que a administra temporariamente”.

1- Prefira estruturas simples, organizações com níveis hierárquicos mínimos, flexibilidade e rapidez na tomada de decisões. As vantagens da pequena empresa é que fazem grandes as maiores empresas.
2 – Manter a austeridade em tempos de vacas gordas fortalece, capitaliza e acelera o desenvolvimento da empresa. Desse modo, evitam-se ajustes drásticos nas épocas de crise.
3 – Permaneça sempre ativo na modernização, simplificação e melhoria incansável dos processos produtivos. Procure aumentar a produtividade e a competitividade, reduzir os gastos e os custos, guiando-se pelas mais altas referências mundiais.
4 –  A empresa nunca deve limitar-se aos parâmetros do proprietário ou do administrador. Sentimo-nos grandes em nossos curraizinhos.
5- Não há objetivo que não possamos alcançar trabalhando unidos, com clareza de objetivos e conhecendo as ferramentas disponíveis.
6 –  O dinheiro que sai da empresa evapora. Por isso, reinvestimos os ganhos.
7 –  A criatividade é aplicável não só aos negócios, mas também à solução de muitos dos problemas de nossos países.
8 – O otimismo firme e paciente sempre rende frutos.
9-  Todos os tempos são bons para os que sabem trabalhar e têm como fazê-lo.
10-  Nossa premissa é que daqui nada se leva. O empresário é um criador de riqueza, que a administra temporariamente.