Filho de Bolsonaro perde liderança e vai ficar um ano suspenso de atividades partidárias

PSL suspende Eduardo Bolsonaro por um ano; outros 17 deputados são punidos
Na prática, o filho do presidente perde a liderança do partido na Casa; decisão é derrota para a ala ligada ao presidente Bolsonaro

BRASÍLIA – O PSL confirmou nesta terça-feira, 3, a punição ao deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e outros 17 parlamentares que tentaram afastar o presidente do partido, Luciano Bivar (PE), do comando da sigla. O filho do presidente pegou a maior punição e vai ficar um ano sem exercer atividades partidárias.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.