O nosso planeta pede socorro

 

IDL TIFF file

perda de gelo da Antártica está aumentando. Junto com a água mais quente corroendo as prateleiras de gelo por baixo, os rios atmosféricos estão causando problemas por cima. Bozo não acredita no efeito estufa e aquecimento global. Adepto de Olavão, ele pensa que a Terra é plana.

Os níveis do dióxido de carbono prejudicial dos gases de efeito estufa atingiram um novo marco alarmante na estação de medição mais antiga do mundo no Havaí .

O Observatório Mauna Loa, que mede as partes por milhão (ppm) de CO2 na atmosfera desde 1958, fez uma leitura de 415,26ppm no ar em 11 de maio – considerada a concentração mais alta desde que os seres humanos evoluíram.

A Instituição Scripps de Oceanografia mede os níveis de CO2 diariamente em Mauna Loa . O observatório, no maior vulcão do Havaí, foi construído para testar a qualidade do ar nas remotas ilhas do Pacífico, porque está longe de continentes e poluição, enquanto a área carece de vegetação, o que pode interferir nos resultados.

As leituras formam a curva de Keeling, que mostra o rápido aumento dos níveis de CO2 na atmosfera como resultado da atividade humana.

As leituras de 1958 mostraram que a concentração de CO2 era de 313ppm em março de 1958, e que subiu para 400ppm em maio de 2013.

O meteorologista Eric Holthouse retweetou as leituras de Mauna Loa e disse: “Esta é a primeira vez na história da humanidade que a atmosfera do nosso planeta teve mais de 415ppm de CO2.

“Não apenas na história registrada, não apenas desde a invenção da agricultura 10.000 anos atrás. Desde antes, os humanos modernos existiam milhões de anos atrás.

“Não conhecemos um planeta como este.”

Fonte: Independent

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.