Bolsonaro não respeita nem ao menos o partido de aluguel que o elegeu

Bolsonaro CRITICA SUA PRÓPRIA SIGLA (PSL).

O comentário do presidente da República, Jair Bolsonaro, em que ele afirmou que o presidente do PSL, o deputado Luciano Bivar (PSL-PE), está queimado e que a sigla deve ser esquecida, tem gerado um grande conflito interno. O senador Major Olímpio (PSL-SP) disse que ficou “perplexo” com a declaração e deputados se mobilizam internamente para emitir nota de apoio ao líder da legenda.

Além de Olímpio, uma ala do PSL não ficou nada satisfeita com a declaração. Eles defendem a construção de um manifesto para apoiar Bivar e exaltar a importância do PSL na eleição de 2018. Segundo eles, caso a sigla não tivesse cedido às exigências de Bolsonaro, o atual presidente não teria partido para concorrer às eleições.

Mais um figurão do PSL reage a Bolsonaro: “Ele tem que se explicar”, diz Felipe Francischini

Bolsonaro É TÃO MEDÍOCRE QUE DESAGRADA A DEUS E AO DIABO. ATACA ATÉ SEUS ALIADOS.
ESSE GOVERNO VAI ACABAR MUITO MAL.
SÓ OS FANÁTICOS NÃO ENXERGAM ISSO

Parlamentares do PSL já articulam um manifesto em apoio ao presidente da sigla, Luciano Bivar, e contra Bolsonaro; já há até deputado do partido dizendo que o presidente tem o “quintal sujo”

Deixe uma resposta