Ministro do STF notifica Bolsonaro para explicar declaração que vinculou ONGs a queimadas

o presidente Bolsonaro foi notificado pelo Supremo Tribunal Federal, através do ministro do STF, Alexandre de Morais. O ministro quer que o presidente explique melhor suas declarações públicas, atribuindo as ONGS a causa das queimadas na Amazônia.

Alexandre de Moraes é relator do pedido de explicação proposto ao STF pela Associação Civil Alternativa Terrazul. A entidade quer que o presidente explique os motivos pelos quais acusou as ON

Em agosto deste ano, no auge das queimadas na Amazônia, Bolsonaro afirmou em entrevista a jornalistas que ONGs podem estar por trás de queimadas na região amazônica para “chamar atenção” contra o governo do Brasil.

“O crime existe, e isso aí nós temos que fazer o possível para que esse crime não aumente, mas nós tiramos dinheiros de ONGs. Dos repasses de fora, 40% ia para ONGs. Não tem mais. Acabamos também com o repasse de dinheiro público. De forma que esse pessoal está sentindo a falta do dinheiro”, disse o presidente na ocasião.

“Então, pode estar havendo, sim, pode, não estou afirmando, ação criminosa desses ‘ongueiros’ para chamar a atenção contra a minha pessoa, contra o governo do Brasil. Essa é a guerra que nós enfrentamos”, complementou.

Bolsonaro não será obrigado a responder.

Segundo dados divulgados pelo G1, o número de queimadas aumentou 82% em relação ao mesmo período de 2018 – de janeiro a 18 de agosto durante o governo Bolsonaro.

Deixe uma resposta