Toma lá da cá de Bolsonaro é quebra de promessa de Campanha

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que a liberação de emendas orçamentárias de sua pasta para parlamentares foi um esforço do governo com o objetivo de aprovar a reforma da Previdência; a declaração joga por terra o discurso adotado por Jair Bolsonaro na campanha de que acabaria com o chamado “toma lá dá cá” na política

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.