Bolsonaro diz que vai recorrer -O presidente pode afirmar que Adélio é normal?

O juiz federal Bruno Savino absolveu Adélio Bispo de Oliveira, em razão de ele ter sido considerado inimputável.

O magistrado decidiu que o autor do atentado deve ficar internado por tempo indeterminado e seja submetido a perícia médica daqui a três anos.

Não existiu uma absolvição total de Adélio.
Ele foi condenado a ficar internado no manicômio judiciário por comprovadamente possuir transtornos mentais.
Estão querendo colocar a população contra a justiça.
Ele É O AUTOR DA FACADA. ELE ESTÁ PRESO DESDE O DIA DO FATO E VAI CONTINUAR CONFINADO NO MANICÔMIO JUDICIÁRIO.
RECORRER DESSA SENTENÇA É RIDÍCULO.
É QUERER RECORRER DE UMA CONSTATAÇÃO MÉDICA.
SOMENTE UM MÉDICO PODE ATESTAR A SANIDADE.
ENFIAR UMA FACA EM UMA PESSOA AO LADO DE MILHARES DE SEGUIDORES DA VÍTIMA, NÃO É ATO DE UMA PESSOA NORMAL. ELE PODERIA TER MORRIDO, LINCHADO ATÉ A MORTE. FOI SIM UMA AÇÃO DE UM PERTURBADO MENTAL.
O presidente anunciou, ainda, que “tomará providências” em relação à absolvição de Adélio Bispo, autor do crime, recorrendo para tentar derrubar o enquadramento do agressor como mentalmente perturbado.

Deixe uma resposta