Defesa de Lula anexa diálogos de Moro para provar a parcialidade do juiz

As mensagens foram apresentadas ao tribunal dentro de habeas corpus no qual a defesa de Lula pede a liberdade com base na suspeição do ex-juiz.

O pedido será analisado pela Segunda Turma do STF no dia 25 de junho.O site The Intercept divulgou nesta semana conversas no aplicativo Telegram atribuídas a Moro e a procuradores, entre eles Deltan Dallagnol, sobre alguns assuntos investigados pela Lava Jato.

Segundo o site, Moro orientou ações e cobrou novas operações.A defesa de Lula afirma que as informações “denotam o completo rompimento da imparcialidade objetiva e subjetiva” do então juiz.

Deixe uma resposta