LAVA JATO SOB SUSPEITA

RICARDO ATHAYDE

“Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo…”(Abraham Lincoln). 🤔🤔VAMOS ENTENDER O IMBRÓGLIO “MOROGATE” PARTE -1. Primeiro o que diz a lei? CPP ARTIGO 254 – Art.254 “O juiz dar-se-á por suspeito, e, se não o fizer, poderá ser recusado por qualquer das partes: VAMOS AOS 6 INCISOS COM ATENÇÃO ESPECIAL AO IV QUE VOU DESTACAR. I – se for amigo íntimo ou inimigo capital de qualquer deles;

II – se ele, seu cônjuge, ascendente ou descendente, estiver respondendo a processo por fato análogo, sobre cujo caráter criminoso haja controvérsia;

III – se ele, seu cônjuge, ou parente, consangüíneo, ou afim, até o terceiro grau, inclusive, sustentar demanda ou responder a processo que tenha de ser julgado por qualquer das partes;

IV – SE TIVER ACONSELHADO QUALQUER DAS PARTES

V – se for credor ou devedor, tutor ou curador, de qualquer das partes;

Vl – se for sócio, acionista ou administrador de sociedade interessada no processo. MOSTRADO ISSO VAMOS AOS FATOS. As gravações mostram claramente que o juiz Moro aconselhou os procuradores e mais mostrou claramente sua parcialidade , lembrando que o juiz tem por obrigação ser imparcial e SEGUNDO A DOUTRINA PARTIR DO PRINCÍPIO DA PRESUNÇÃO DA INOCÊNCIA EM QUALQUER JULGAMENTO (artigo 5º CF/88 inciso LVII ” “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”). AQUI FAÇO UM ADENDO PARA ENTRAR NO MÉRITO DA VALIDADE DAS PROVAS.

Quem conhece as 10 medidas contra a corrupção elaboradas pelo Moro deve lembrar a defesa que ele faz em aceitar PROVAS COLHIDAS DE FORMA ILEGAL E MAIS, SUGERE ARMADILHAS QUE POSSAM LEVAR O SUPOSTO CRIMINOSO A GERAR PROVAS CONTRA SÍ. VOLTO. Muito se fala na forma ilegal que as provas vieram a público, mas de forma clara e isenta (já que sou contra essa prática) afirmo que a ilegalidade da obtenção das provas não encobrem os crimes e isso está pacificado, graças a própria operação Lava-jato, dou um exemplo. Alguém mata alguém e enterra em um quintal de fulano, a policia sem autorização do dono do imóvel, cava e acha o cadáver, a ação foi ilegal mas o cadáver existe. Dito isso vou ao caso, não importa como foi apurado, o crime que demostra parcialidade do Juiz e que deve revisar todos os casos j

julgados por ele, está claro e o Moro mesmo não desmente as mensagens colocadas, ainda contando com a ignorância alheia tenta uma saída que não engana um calouro no direito, ou seja, o cadáver está na mesa e agora pouco importa a maneira em que foi exumado. Vou lembrar que a jurisprudência de aceitar provas colhidas de forma ilegal foi formada em casos da Lava-jato, chefiada por ele. FATO, NÃO EXISTE JUSTIÇA FORA DAS LEIS, O PROBLEMA DE INVENTAR ILEGALIDADES É QUE UM DIA ELAS SE VOLTAM CONTRA QUEM AS CRIOU, PAU QUE DÁ EM CHICO TEM QUE DAR EM FRANCISCO, ACIMA DAS LEIS SÓ DEUS, SUPER HOMEM NÃO EXISTE E OS QUE “EXISTEM” SÃO FRÁGEIS DE PLÁSTICO. PONTO.😉(obs. Há muita coisa a ser dita e esclarecida mas por hora fico nisso)

Deixe uma resposta