Reinaldo Azevedo comenta: ‘Quando a Folha foi censurada onde estava os patriotas ?’

Em sua coluna no UOL, Reinaldo Azevedo comentou sobre a decisão de veículos de imprensa entrevistarem Lula em Curitiba.

“O caso envolvendo a interdição de texto publicado pelo site “O Antagonista” e pela revista digital “Crusoé” não caracterizava censura prévia, embora a decisão fosse, por tudo, indesejável e contraproducente.

A decisão de Alexandre de Moraes mereceu o repúdio de muita gente.

É uma pena que tantos tenham se calado quando, aí sim, uma entrevista que Lula concederia à Folha, antes ainda

Eu me pergunto onde estavam alguns patriotas que saíram atirando contra o Supremo em razão da supressão dos textos de site e revista digital quando se aplicou censura prévia à Folha.

Ora, muitos deles estavam aplaudindo a decisão judicial.

Em vez de relevar, então, que o valor que se deveria proteger ali era a liberdade de imprensa, optou-se por fazer considerações morais sobre o possível entrevistado.

Os patriotas que defenderam que a Folha fosse proibida de publicar uma entrevista com Lula e que viram um caso de censura de lesa liberdade na decisão de Moraes deveriam tentar explicar suas respectivas posturas nos dois casos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.