UM SHOW DE CONJECTURAS IRRACIONAIS MUITA CRETINICE, POUCO FOCO E CONHECIMENTO

Autor:  Ricardo Athayde Filho

Umas informações antes de chegar no ponto.

UM SHOW DE CONJECTURAS IRRACIONAIS 🤫MUITA CRETINICE, POUCO FOCO E CONHECIMENTO🤫Umas informações antes de chegar no ponto. 1- A menção “amigo do amigo do meu pai” foi retirada dos autos da delação da ODEBRECHT (enviada a PGR) PELO PRÓPRIO BONAT (substituto do MORO) A PEDIDO DO PRÓPRIO MPF, QUE NÃO VIU NADA QUE LIGASSE DIAS TOFFOLI A CRIMES E POR ISSO A PRÓPRIA RAQUEL NEGA A EXISTÊNCIA DELA, PONTO

2- Como um repórter tem acesso a uma informação feita em uma delação fechada e protegida pela justiça? O NOME DISSO É VAZAMENTO QUE É CRIME e o pior um vazamento que nem dos autos consta, prova ainda maior de UMA MANIPULAÇÃO CRIMINOSA já que uma simples menção de um nome em uma delação não caracteriza ser a pessoa uma criminosa, ou agora vamos também denunciar Deus, uma vez que é citado por diversas vezes ” meu Deus”- “pelo amor de Deus”- “por Deus” , PONTO

.🤔3- A investigação PEDIDA pelo STF nas mãos da PF está sob SIGILO de justiça e se refere a fakes contra a corte que notoriamente agride seus membros e a própria instituição uma vez que incita o ódio e sabemos que há muitos “Adélios Bispos” prontos para puxar uma faca.

 

4- Como alguém pode criticar uma decisão de um magistrado sem conhecer os autos, já que repito esta sob SIGILO e só o Alexandre de Moraes sabe como andam as investigações e sem essa para o meu lado de acharem que um ministro da mais alta corte vai ser irresponsável ao ponto de cometer ABERTAMENTE uma ilegalidade, isso eu deixo para os imbecis adeptos a teorias conspiratórias, imbecis que desprezam a democracia, PONTO🤫VOU AO PONTO.

 

“A ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROCURADORES DA REPÚBLICA (“ANPR”) pede HABEAS CORPUS COLETIVO E PREVENTIVO COM PEDIDO LIMINAR DE SALVO-CONDUTO em defesa de seus associados HC REPRESSIVO, em defesa de pacientes que sofreram hoje violência oriunda de ato ilegal do STF”,

RESUMINDO , Acham que estão acima de Deus e nenhum dos seus atos devem se submeter a investigações e aqui é bom lembrar o conluio patrocinado por essa gente no caso da delação da JBS onde claramente o EX PROCURADOR MARCELO MILLER TEVE UMA PARTICIPAÇÃO CRIMINOSA e ai pergunto, VAZOU ALGUMA INFORMAÇÃO DESSA INVESTIGAÇÃO QUE TAMBÉM ESTÁ SOB SIGILO? ALGUÉM SABE ONDE ANDA MARCELO MILLER? JANOT TAMBÉM É INVESTIGADO, ALGUÉM SABE ALGUMA LINHA DESSA INVESTIGAÇÃO? Claro que não sabem os VAZAMENTOS SELETIVOS TAMBÉM SAEM DO MP E PGR E ISSO É UM CRIME QUE HÁ MUITO DEIXAM PASSAR.

Vou relembrar que não escrevo para idiotas e ignorantes e não me importo com suas opiniões, fato é que estou tratando das letras das leis e de coisas gravíssimas que estão ficando em último plano, ESSE MASSACRE DE REPUTAÇÕES PRECISA TER UM FIM E QUANDO PARTE DE UM ORGÃO QUE TEM POR PRERROGATIVA PROTEGER O CIDADÃO, É HEDIONDO. Em um outro post falei do vácuo deixado pela PGR/MP e que agora de forma legal é ocupado pelo STF- NA JUSTIÇA NÃO PODE HAVER VÁCUOS- Não cabe aos procuradores promoverem linchamentos virtuais, MUITO MENOS JULGAR E ISSO EM SEUS ESPETACULARES PROGRAMAS DE TV, FAZEM A TODO O MOMENTO E AGORA DEPOIS DE TANTO “JULGAREM” RECLAMAM DE UMA CORTE QUE NÃO TOMA SEU ESPAÇO E APENAS OCUPA O DEIXADO DE FORMA NO MÍNIMO IRRESPONSÁVEL POR ELES. O Estadão EM 2009 foi proibido por anos de mencionar o caso “OPERAÇÃO BOI DE BARRICA”, a censura estava relacionada ao VAZAMENTO das gravações do inquérito da Operação Boi Barrica.

Na ocasião, a reportagem revelava diálogos gravados pela Polícia Federal que sugeriam ligações do então presidente do Senado, José Sarney, com a contratação de parentes e afilhados políticos por meio de atos secretos. O recurso judicial, que pôs o jornal sob censura, foi apresentado pelo empresário Fernando Sarney. Na época, os advogados do empresário afirmaram que o Estado praticava crime ao publicar trechos das conversas telefônicas gravadas na operação com autorização judicial e alegaram que a divulgação de dados das investigações feria a honra da família Sarney, recurso aceito pelo desembargador Dácio Vieira, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios referendado pelo STF na figura da turma e de Lewandowski exatamente se escorando no que hoje defendem Dias Toffoli e Alexandre de Moraes.

A PERGUNTA : Quantos dos indignados de hoje saíram em defesa do ESTADÃO? RESPONDO, NENHUM!

E é bom lembrar que falamos de fatos amplamente divulgados por um jornal de imensa importância e não de um fato inexistente publicado por um bloguezinho e uma revistinha mequetrefe e que até pouco tempo eram atacados por seus “defensores” de hoje e assim que passado essa manipulação serão atacados de novo. FATO essa gente não quer o direito a livre expressão querem o direito a livre agressão, uns por ignorância outros por questões criminosas inconfessáveis.

 

Que se apurem os fakes, que se apurem os CRIMINOSOS VAZAMENTOS, que se apurem o que está sendo feito com os fundos bilionários hoje nas mãos dessa gente,( 1,25 bi da Petrobrás e 6,3 bi da ODEBRECHT), que se apurem as prisões ilegais, que se apurem as ilegalidades processuais, que se apurem as provas plantadas, QUE SE INVESTIGUEM TODOS, PORQUE ACIMA DE DEUS NÃO HÁ NINGUÉM E QUE SE RETOME O ESTADO DE DIREITO PRESERVANDO A DEMOCRACIA. “CADA UM NO SEU QUADRADO”, NÃO EXISTE JUSTIÇA FORA DAS LEIS e nesse caso fico com as palavras do presidente da corte lembrando que vale para as mensagens subliminares contidas em textos

 

“Se você publica uma matéria chamando alguém de criminoso, acusando alguém de ter participado de um esquema, e isso é uma inverdade, tem que ser tirado do ar. Ponto. Simples assim.” Dou por encerrado esse assunto até que toda a investigação venha a tona, nesse debate não cabem conjecturas. PONTO FINAL

Deixe uma resposta