Bolsonaro- A confissão da incompetência para o cargo

“Desculpem as caneladas. Não nasci para ser presidente, nasci para ser militar”, disse em discurso no Palácio do Planalto para inauguração do Espaço de Atendimento de Ouvidoria da Presidência da República. Na quinta-feira, 4, o presidente também se desculpou pelas “caneladas” em reunião com presidentes de alguns partidos, segundo o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Nesta sexta-feira, 5, em tom de brincadeira, ele também afirmou que às vezes se pergunta o que fez para “merecer isso”. “Às vezes me pergunto, meu Deus, o que fiz para merecer isso? É só problema”,… –

Sabemos que Netanael (como Bolsonaro chamou o primeiro-ministro israelense durante a viagem) é passageiro, daqui a pouco muda. Eu também sou passageiro no Brasil. Graças a Deus, né? Imagina ficar o tempo todo com esse abacaxi”, afirmou. “Com esse abacaxi, não, com essa quantidade de problemas nas costas. A gente vai tocando o barco”,

Um sujeito que ocupa o cargo de presidente e diz feliz que o cargo é passageiro e que ser presidente é ter abacaxi está dizendo claramente em outras palavras que não suporta ofício e o cargo. Não sabe resolver os problemas e está contando os dias para sair do cargo e assim, se livrar do abacaxi ( os problemas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.