MUSEU DO HOLOCAUSTO CONFIRMA QUE NAZISMO É DE DIREITA E FAZ BOLSONARO DAR VEXAME EM ISRAEL

Enquanto recebia a visita do presidente Jair Bolsonaro, o Museu do Holocausto traz em site um histórico que atesta o óbvio, comprovado e reiterado historicamente: o Nazismo, que matou seis milhões de judeus, foi um movimento de extrema-direita, surgido em meio aos reflexos do Tratado de Versailles e à resistência à “crescente ameaça do Comunismo”; Bolsonaro, no entanto, ignorou a história e repetiu o que disse seu chanceler, Ernesto Araújo, que o nazismo foi um movimento de esquerda, usando como única justificativa o nome do partido de Adolf Hitler

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.