Vídeo exaltando a ditadura – Oposição vai ingressar na justiça contra Bolsonaro –

O PT e as bancadas do partido na Câmara e no Senado ingressaram nesta segunda-feira, 1º, com diversas ações e pedido de providências contra o governo de Jair Bolsonaro pela divulgação de um vídeo que exalta o Golpe Militar de 1964, feito pelo WhatsApp nesse domingo pelo Palácio do Planalto; entre as medidas estão pedido de sindicância junto à CGU para saber quem produziu e divulgou o vídeo e pedido de investigação junto à PGR e à Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão; deputado Eduardo Bolsonaro também será alvo de representação no Conselho de Ética da Câmara, por ter divulgado o vídeo que defende um golpe que matou e torturou milhares de brasileiros

O anúncio de que o PT entraria com medias conta o vídeo foi feito nesse domingo pelo líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta. “Ao divulgar tal vídeo, usando meios institucionais da Presidência, @jairbolsonaro violou o juramento de respeito à Constituição. Os responsáveis por tal medida terão que se explicar perante o Judiciário”, disse o líder petista pelo Twitter

A Secretaria de Comunicação da Previdência (Secom) confirmou à Reuters que o canal usado, um contato de WhatsApp criado ainda no governo do ex-presidente Michel Temer para distribuir notícias à população, é um número oficial do Planalto. No entanto, afirmou que o vídeo não é uma criação da Secom e a distribuição não foi uma ação oficial. Perguntada sobre quem controlava atualmente o canal, a Secom não soube informar.

Fonte: 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.