Rompimento de barragem em Brumadinho – Últimas notícias

“É uma empresa privada, a Vale é uma empresa privada. Tem que apurar o que houve” ( Vice- presidente, General Mourão)

Sobe para 34 o número de mortes confirmadas no rompimento de uma barragem da Vale em Brumadinho.

“Que a tragédia de Brumadinho abra os olhos do governo. Meio ambiente não é zoeira de esquerda: é respeito à vida das pessoas e do planeta. O Governo deve regular e fiscalizar com mais energia sem demonizar quem disso se ocupa. Solidariedade às vítimas, mais ação para o futuro.”
Fernando Henrique Cardoso.

 

Justiça decreta bloqueio de R$ 5 bi da Vale
A juíza Perla Saliba Brito, da Comarca de Brumadinho, determinou neste sábado, 26, o bloqueio de R$ 5 bilhões da mineradora Vale. A informação foi confirmada pelo Ministério Público de Minas Gerais.

“Diante da irrefutável necessidade de se efetivar medidas emergenciais para salvaguardar a comunidade local e assegurar a reparação dos danos causados ao meio ambiente, mostra-se, também, no mínimo, razoável, o pleito do Ministério Público para que o bloqueio de valores da empresa requerida para tanto, já que é notória a crise financeira que assola o Estado de Minas Gerais, o que, por óbvio, limita a sua imediata e efetiva atuação para minorar os efeitos desta tragédia”, diz a decisão judicial

Rompimento de barragem em MG Outras Redes
Com 34 mortos, desastre em Brumadinho supera o de Mariana em número de vítimas
Bombeiros informam que há 81 desabrigados e 23 pessoas estão hospitalizadas

As empresas mineradoras impediram, em ao menos duas ocasiões, a aprovação de projetos de lei que iriam tornar mais rígidas as normas para exploração, de acordo com o deputado estadual João Vítor Xavier (PSDB), presidente da Comissão de Minas e Energia da Assembleia de Minas Gerais (ALMG).

“Foi barrado por pressão das mineradoras, tenho certeza absoluta”, disse Xavier ao Estado. “Elas preferem aumentar a margem de lucro a aumentar a margem de segurança”, completou. (Paula Reverbel)

Para possibilitar o bombeamento de água em uma vazão maior, esvaziar a barragem e garantir maior segurança para a operação, as buscas em Brumadinho (MG) serão interrompidas às 20h e retornarão a partir de 4h da manhã.

A Câmara de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural do Ministério Público Federal afirmou, em nota, que não é possível classificar o rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, como um acidente. Para os procuradores, era possível prever a catástrofe.

Informações Estadão

MENSAGEM DO PRESIDENTE JAIR BOLSONARO NO TWITTER:

“Lamento o ocorrido em Brumadinho-MG. Determinei o deslocamento dos Ministros do Desenvolvimento Regional e Minas e Energia, bem como nosso Secretario Nacional de Defesa Civil para a Região.

– O Ministro do Meio Ambiente também está a caminho. Todas as providências cabíveis estão sendo tomadas.

– Nossa maior preocupação neste momento é atender eventuais vítimas desta grave tragédia.”

 

“Que a tragédia de Brumadinho abra os olhos do governo. Meio ambiente não é zoeira de esquerda: é respeito à vida das pessoas e do planeta. O Governo deve regular e fiscalizar com mais energia sem demonizar quem disso se ocupa. Solidariedade às vítimas, mais ação para o futuro.”
Fernando Henrique Cardoso.

Deixe uma resposta