Jair Bolsonaro cancela entrevista coletiva em Davos

De acordo com o assessor da Presidência Tiago Pereira, Bolsonaro cancelou a coletiva devido à “abordagem antiprofissional da imprensa”. Anteriormente, o presidente havia informado que precisava se poupar, pois a agenda estava carregada.

Mais cedo, o presidente concedeu uma entrevista à agência de notícias Bloomberg. Bolsonaro disse que lamentaria, como pai, se as suspeitas sobre o filho Flávio Bolsonaro (PSL) se confirmassem.

Ele se referia ao momento vivido pelo senador eleito, após ter movimentações bancárias suspeitas em nome do ex-assessor, Fabrício Queiroz, identificadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Bolsonaro também afirmou, sem dar mais detalhes, que os militares serão incluídos na segunda parte da reforma da Previdência. A proposta ainda passa por ajustes antes de ser apresentada ao Congresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.