Caso Fávio Bolsonaro – Repercussão nas Redes Sociais

“O sentimento negativo é muito maior que o positivo. Isso é um baque na imagem do Bolsonaro, porque, até então, era tudo muito positivo. Nesse caso do Queiroz a confusão está colocada. Na maioria dos tweets é negativa e o sentimento de medo e de raiva estão muito presentes. Há ainda alguma confiança, são pessoas que defendem Bolsonaro e a honestidade dele”, analisou Sergio Denicoli.

diretor da AP/Exata Sergio Denicoli, os dados revelam que parte da rede montada para influenciar artificialmente as discussões nas redes sociais durante a campanha foi desmobilizada.

 

7 milhões apenas passíveis de rastreamento. O que não passou por registros bancários e contas, foi muito maior.

 

Lula pede para mostrarem as provas, está preso sem Uma prova.
Flávio Bolsonaro pede para esconderem as provas,basta olhar os jornais de hoje.

O que era R$ 1,2 milhão já virou R$ 7 milhões.

Quem é que tem bandidos de estimação mesmo?
Mah

no Facebook: “A história que inventaram sobre os depósitos em minha conta, querendo insinuar que possuem alguma relação com meu ex-assessor, é uma mentira deslavada que terei o prazer de derrubar com provas reais e documentais.” Por que ele não derruba logo?

 

Sérgio Moro vai ficar em silêncio, pois tem que defender seus interesses que é a vaga prometida de Ministro no STF. — em Ilê Axé Irin Todê ( Gustavo Ferreira)

Estranho que os irmãos Bolsonaro, tão presentes nas redes sociais, ainda não tenham saído em defesa de Flávio. Esperam o quê? Que ele apresente provas de sua inocência? Duvidam que ele as tenha? ( Noblat)

“Bem complicada a coisa, Flávio. Bem complicada”
MBL ( Movimento que apoiou a eleição de Bolsonaro)

Qual a origem da movimentação de R$ 1,2 milhão nas contas de Fabrício Queiroz?… –

“Quanto ao eleitor que votou em Bolsonaro esperando uma revolução ética, ele quebrou a cara de verde e amarelo. E a culpa, lamento dizê-lo, é dele mesmo.”
Noblat

Motorista de Flávio Bolsonaro, amigo íntimo da família Bolsonaro, movimentou sete milhões no período de três anos.

Jair Bolsonaro declara a jornalistas estrangeiros que se for comprovado algo errado com seu filho, é a favor que devolva o dinheiro.
Agora é assim que funciona?

“Só a renúncia de Flávio Bolsonaro serve como resposta aos eleitores de seu pai.”
Gilberto Dimenstein

Relatório do Coaf mostra que Flávio Bolsonaro pagou título de R$ 1 milhão. O Coaf não conseguiu descobrir o beneficiario

Deixe uma resposta