Responsável pelos disparos Fake News da Campanha de Bolsonaro,, ganha cargo no governo

Reportagem de Leandro Prazeres, na edição desta sexta-feira (18) da Folha de S.Paulo, informa que Taíse de Almeida Feijó, funcionáriaa da agência de comunicação AM4 que contratou disparos em massa de mensagens de WhatApp para a campanha presidencial de Jair Bolsonaro (PSL) foi nomeada para um cargo comissionado no Palácio do Planalto, com salário de R$ 10,3 mil.

Taíse será assessora da Secretaria-Geral da Presidência, comandada pelo ex-presidente do PSL, Gustavo Bebianno. A nomeação foi feita no Diário Oficial da União na segunda-feira (14).

Taíse era a funcionária responsável pela contratação das mensagens enviadas por meio do WhatsApp pela agência AM4. De acordo com o TSE, a AM4 recebeu R$ 650 mil para atuar na campanha de Bolsonaro.

Deixe uma resposta