Ciro Gomes diz que Direita não venceu eleições e sim o antipetismo

Em sua primeira entrevista após a vitória de Bolsonaro, o ex- candidato à presidência e ex- governador do Ceará, Ciro Gomes, fez algumas declarações polêmicas.

“Não ganhou a direita, ganhou o antipetismo. Se não, eu seria obrigado a achar que 65% do Rio Grande do Sul é fascista, de direita, e sei que não é. Precisa tomar um pouco de cuidado com essa mistificação petista.”

E, para finalizar, Ciro colocou a culpa pela força de Bolsonaro no PT:

“O PT produziu essa onda [bolsonarista], que é a maior força política, mas é uma força para negar.”
Ele também afirmou que é preciso respeitar “o tempo e a majestade da vitória do camarada”.

Considerando que muitos votaram em Bolsonaro mesmo não gostando do candidato por uma questão de única opção de tirar o PT do poder, considerando que somando os votos em branco, nulos, abstinências e os votos do segundo colocado, no universo de 147 milhões de eleitores aptos a votar, Bolsonaro só obteve 30% dos votos. Levando esses fatores em consideração, Ciro Gomes tem razão em suas declarações.

Deixe uma resposta