Em nota, PT denuncia: Partido enfrenta perseguição judicial fora da lei

A Comissão Executiva Nacional do PT se manifestou, por meio de nota, em relação à denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, além dos ex-ministros da Fazenda Antonio Palocci e Guido Mantega e o ex-tesoureiro do partido João Vaccari Neto.

Acompanhem a íntegra da nota:

A ação iniciada hoje (23/11), pela 10a Vara Federal do Distrito Federal, contra os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, além de ex-dirigentes do PT, não se sustenta em fatos nem provas. É o resultado de um delírio acusatório do ex-procurador-geral Rodrigo Janot, sem qualquer base na lei. Esta ação, que não prosperou no STF, foi desdobrada para a primeira instância em decisão definitiva de 14 de novembro, e o juiz decidiu aceitá-la apenas pouco mais de uma semana.

Deixe uma resposta